Precisa de Ajuda?
  • Entre em contato - 11 4266-1480
  • Quando a família procura um local para oferecer o tratamento para o seu filho menor de idade dependente químico é porque já tentou de tudo e não conseguiu ter sucesso. Quando a dependência química passa dos limites, oferecendo riscos para o dependente e para os seus familiares, é a hora de procurar ajuda.

    O dependente químico que é menor de idade não está apto para negar a procura de ajuda, por isso, a família pode optar por uma internação involuntária. Ela é indicada quando o paciente não aceita o tratamento e é pedida pelos familiares que querem oferecer ajuda.

    Internação involuntária para menores

    O menor de idade pode ser internado com a internação involuntária. Com esse tipo de internação, ele vai receber um tratamento que é baseada na desintoxicação, além de receber terapias motivacionais, orientações psicoeducacionais que vão direcionar o paciente a parar com o uso da substância. 

    Nos casos de dependência química, o paciente, em muitas vezes, sofre de uma compulsão pelo uso da substância e não consegue entender a necessidade de tratamento e assim, não procura por ajuda. Nesses casos, é muito importante que a família se mostre presente, orientando o familiar.

    A família é muito importante para conseguir mostrar a necessidade de um cuidado terapêutico, mas também, mostrando para a pessoa os prejuízos que podem acontecer caso ela não procure por ajuda. Acolher o sofrimento, mas também chamar o adolescente a responsabilidade de si mesmo.

    A internação involuntária pode ser um dos melhores caminhos, pois ele vai conseguir passar pelo período de sobriedade. Assim, ele tem mais consciência de conseguir entender a sua situação, procurando mudar a direção com a ajuda de uma terapia motivacional.

    Clínica de recuperação para menores

    A cabeça de um adolescente vai funcionar bem diferente de um adulto, principalmente em relação a necessidade de tratamento, mas também na sua recuperação. Com isso, o seu comportamento em relação as drogas demonstram a necessidade de um atendimento que é diferente. 

    A internação pode acontecer de maneira voluntária, mas pode ser necessário procurar pela internação involuntária, quando o menor não quer ajuda. A voluntária costuma ser mais fácil, pois o menor de idade já sabe que tem um problema com a droga e quer procurar por ajuda.

    A internação involuntária é quando o adolescente não aceita que é um dependente químico, o que vai dificultar o processo da sua internação. Pode ser mais demorado e doloroso, necessitando da avaliação de um psiquiatra para realizar o encaminhamento para uma clínica. 

    A dependência química precisa de um tratamento especializado e focado no atendimento de um adolescente. Em um ambiente seguro de uma clínica de recuperação, o menor de idade vai contar com atendimento psicológico, psiquiátrico para conseguir se livrar da droga.

    Com mais de 18 anos de experiência, Procure Ajuda – Clínicas de Recuperação Dependência Química e Alcoolismo está presente em todos os estados do Brasil, oferecendo atendimento para homens e mulheres, maiores ou menores de idade com um atendimento especializado e um espaço acolhedor de internação.

    Entre em contato

    © 2020 - Procure ajuda clínicas de recuperação